jump to navigation

DICA: O Corte Ideal Fevereiro 11, 2009

Posted by toiletgirls in Uncategorized.
5 comments

O corte e o penteado são essenciais para se ter um impacto no estilo. O corte certo vai ressaltar o melhor do seu rosto, porém um erro pode ser desastroso para o visual.

Um dos melhores truques é saber combinar o penteado com o formato do rosto.

ROSTO QUADRADO

rosto-quadrado1845463-9191-ga1 

A pessoa que possui o rosto quadrado, tem testa grande. As maçãs do rosto e o maxilar acompanham a largura da testa. Para este tipo de rosto, o corte ideal é aquele que chama a atenção para as franjas em forma de topete, dando a impressão que a testa é menor, pelo volume que se forma no alto da cabeça. Os cabelos médios para longos são os que mais favorecem esse tipo de rosto

ROSTO REDONDO

rosto-redondo845464-9847-ga

A pessoa de rosto redondo, geralmente, é aquela que tem bastante bochechas, testa curta e queixo pequeno. Use e abuse de franjas, afinal, elas vão tapar a sua testa pequena e vão dar uma ilusão de que o seu rosto não é tão redondo assim. Para finalizar, o ideal é deixar o cabelo numa altura que passe do queixo, como que se encaixando nele, sem muito volume. Mas se quiser um cabelo curto, o melhor é que ele não tenha volume

ROSTO TRIANGULAR

rosto-corae7e3o845477-8630-ga

A característica principal desse formato de rosto é que ele representa um coração, isto é, um triângulo invertido. A testa é larga , as maçãs do rosto são estreitas e o queixo bem pequeno. Evite usar os cabelos puxados para trás; a franja deve ser desfiada, sem muito destaque e o comprimento deve ser entre o queixo e o final do pescoço para atenuar o queixo pequeno.

ROSTO OVAL

rosto-oval845470-3613-ga

Como é um tipo de rosto bem proporcional, geralmente aceita qualquer tipo de corte ou penteado, desde que deixe o rosto em evidência. Esse tipo de rosto não precisa de franjão, nem de fios desfiados em volta do rosto; é uma sortuda quem o tem.

ROSTO ALONGADO

845467-7026-ga

 É preciso dar volume à zona maxilar. O cabelo de comprimento médio é o mais adequado. Escolha um corte que dê um ar mais fresco, descansado.

ROSTO EM FORMATO DE CORAÇÃO

845468-6601-ga

 Se tiver o queixo pequeno, pode equilibrá-lo com franja e cabelo na altura dos ombros. Um pouco de ondulação dará mais movimento ao corte

ROSTO DIAMANTE

845474-4447-ga

Mandíbula pequena e maçã do rosto proeminente são características desse tipo de rosto. O que mais se destaca são as bochechas. Os cortes retos na altura dos ombros são ótimos; os cortes médios apresentarão melhores resultados. Nunca use penteados carregados demais

ROSTO PÊRA

845479-2881-ga

Se tem maçãs do rosto ressaltadas e queixo triangular, esse é o seu formato de rosto. O que mais chama a atenção é a região média do rosto, por isso deve-se acrescentar volume na parte superior do penteado com mechas de diferentes tamanhos, mas que não caiam sobre as bochechas.

Saiba qual franja combina mais com seu rosto:
Curtíssima – rosto oval ou triangular
 
Reta – qualquer tipo de rosto, desde que o cabelo seja mais pesado
  
Diagonal – rosto quadrado
 
Desfiada – rosto redondo
 
Longa – rosto oval

A difícil arte das mulheres usarem um banheiro público Janeiro 3, 2009

Posted by toiletgirls in Uncategorized.
11 comments

banheiro-21

Minha mãe ficava histérica com os banheiros públicos. Quando pequena, me levava ao banheiro, me ensinava a limpar a tampa do vaso com papel higiênico e a cobrir cuidadosamente, com tiras de papel, toda a borda. “a posição”, que consiste em se equilibrar sobre o sanitário em uma posição de sentar sem que o corpo entre em contato com o vaso.

Finalmente me instruía: “Nunca, NUNCA se sente em um banheiro público”. Logo me mostrava

Isso foi há muito tempo mas, ainda hoje, em nossa idade adulta, “a posição” é dolorosamente difícil de manter quando a bexiga está quase estourando. Quando você “tem que ir” a um banheiro público, sempre encontra uma fila de mulheres que te faz pensar que as cuecas do Brad Pitt estão à venda pela metade do preço.

E, assim, espera pacientemente e sorri amavelmente às outras mulheres que também estão, discretamente, cruzando as pernas. Finalmente é a sua vez. Você olha cada cubículo por baixo da porta pra ver se não há pernas.

Todos estão ocupados mas, finalmente, uma porta se abre e você entra quase jogando a pessoa que está saindo.

Você entra e percebe que o trinco não funciona mas… Não importa…
Você pendura a bolsa no gancho que tem atrás da porta e, se não tem gancho, você a pendura no pescoço mesmo, enquanto se equilibra, sem contar que a alça da bolsa quase corta a sua nuca, porque está cheia de porcarias que você foi jogando dentro, das quais não usa a maioria, mas as tem aí para o caso de “e se eu precisar?”

Mas, voltando à porta… Como não tem trinco, só lhe resta a opção de segurá-la com uma mão enquanto, com a outra, você abaixa a calcinha e fica “em posição”…

Alívio… Ahhhhhh… Mais alívio… Aí é quando suas pernas começam a relaxar e você adoraria sentar, mas não teve tempo de limpar o vaso e nem cobrir com papel. Nessa hora você quase tem um treco de tão aliviada… Aí dá uma desequilibrada e erra a mira.

Pronto!!!! O suficiente pra ficar molhada até as meias, e é obvio que dá pra notar. Para afastar o pensamento dessa desgraça, você procura o rolo de papel higiênico… maaaas.. hehehe… O rolo tá vazio…! E as suas pernas continuam querendo relaxar.
você lembra de um pedacinho de papel que tá na bolsa, meio usado porque você já limpou o nariz nele, mas vai ter que servir… Você o amassa pra absorver o máximo possível, mas ele é muito pequeno e ainda tá sujo de meleca.

Nisso alguém tenta entrar e, como o trinco não funciona, você recebe uma baita portada na cabeça.

você grita “tem genteeeeee”, enquanto continua empurrando a porta com a mão livre, e o pedacinho de papel que você tinha na mão cai exatamente em uma pequena poça que tinha no chão e você não sabe se é água ou xixi… Hehehe… Aí você vai de costas e desequilibra, caindo sentada no vaso.

Você se levanta rapidamente mas já é tarde… Seu traseiro já entrou em contato com todos os germes e formas de vida do vaso porque VOCÊ não o cobriu com papel higiênico que, de qualquer maneira, não havia, mesmo se você tivesse tido tempo de fazer isso.

Sem contar o golpe na cabeça, o quase corte na nuca pela alça da bolsa, a espirrada de xixi nas pernas e nas meias, que ainda estão molhadas… a lembrança de sua mãe, que estaria terrivelmente envergonhada de você, porque o traseiro dela nunca sequer tocou o assento de um banheiro público porque, francamente, “você não sabe que tipo de doença poderia pegar”.

Mas a aventura não termina aí…
Agora a descarga do banheiro, que tá tão desregulada que jorra água como se fosse uma fonte, e manda tudo pro esgoto com tanta força que você tem que se segurar no porta-papel (quando tem) com medo de que aquele negócio te leve junto e te mande pra China.

Aí é, finalmente, quando você se rende… Está ensopada pela água que saiu da privada como uma fonte.

Você está exausta!!!

Tenta se limpar com uns “papéizinhos” de chiclete Trident que estavam na bolsa e, depois, sai discretamente em direção à pia.

Você não sabe muito bem como funcionam as torneiras automáticas também e então sai aquele jato de água que dura um segundo e você têm que ficar dançando com as mãos em frente da torneira p/ conseguir tirar todo o sabão (quando tem) das mãos.

Enxugar as mãos é impossível quando se depara com aqueles ventiladores. Depois de alguns soprinhos e muito barulho (sem encostar no aparelho por que você já leu na internet que pode ser eletrocutada), você acaba enxugando as mãos na própria roupa mesmo, enquanto passa pela fila de mulheres que ainda estão esperando com as pernas cruzadas e, nesse momento, você é incapaz de sorrir cortesmente.

Uma alma caridosa, no fim da fila, te diz que você tá com um pedaço de papel higiênico do tamanho do rio Amazonas grudado no sapato!
Você puxa o papel do sapato e joga na mão da mulher que disse que tava grudado e lhe diz, suavemente: “Toma! Você vai precisar!“… e sai.

Enquanto isso seu namorado ou marido, que entrou, usou e saiu do banheiro masculino, e teve tempo de sobra pra ler “Guerra e Paz” enquanto esperava, te pergunta: “Porque demorou tanto?”

É nessa hora que você dá um pontapé nele e o manda se catar!!!!

Post by: Mari

O dilema do banheiro feminino Dezembro 13, 2008

Posted by toiletgirls in Uncategorized.
6 comments

Todo homem já teve que esperar, pelo menos uma vez na vida, alguma mulher sair do banheiro. Entrevistamos alguns garotos para saber a opinião deles sobre o mundo obscuro, misterioso e secreto do banheiro mais badalado de todos.

“De acordo com a sua opinião, o que as garotas tanto fazem no banheiro feminino?”

Augusto respondeu:

As garotas bolam um plano secreto contra os homens para dominarem o planeta Terra e comerem todos os burritos (ps.: eu amo burritos). Por causa desses planos, o número de mulheres no mundo é maior que o de homens e quando um homem descobre o que elas fazem, dão um jeito nele.

Sabe o cara q fez o Coringa? É… Ele descobriu

Elas têm armas,mapas,venenos,tatame no chão pra treino… Eu ainda estou vivo porque ninguém sabe que eu sei, mas até hoje me caçam. Elas estão por todo lado, só esperando que eu conte para, quando eu contar, elas me “darem um jeito”.

Eu tenho que responder isso rápido porque eu tenho a leve certeza que minha mãe é uma delas e ela tá na sala, mas depois ela vai vir pra cá. Tenho certeza! Ela tá vindo!! Tenho que terminar… Fica ai o relato de um simples curioso.

E não esquece de colocar que elas, às vezes, tiram fotos com algumas garotas lá pra fingir que não fazem nada.”

Segundo Dan, a resposta da nossa pergunta é um pouco diferente.

“Eu acho q elas vão pro banheiro pra poderem comentar tudo o que não podem falar na frente dos garotos, ou do público em geral. Acredito também que ‘o banheiro’ seja uma forma das garotas formarem mais vínculos de amizades entre elas mesmas (mesmo q seja involuntariamente) e também porque as garotas têm INTIMIDADES de garotas, não é? Além de ficarem falando mal das outras. É por isso que as garotas, QUASE SEMPRE, vão juntas ao banheiro.”

Já Alisson Siqueira foi mais direto quanto ao seu comentário:

“FOFOCAM, enquanto arrumam a maquiagem e ficam lindas pra gente, claro. *-*”

Danilo também respondeu a nossa pergunta. Veja:

“Creio que falam bem ou mal dos homens que estão com elas ou (estão) lá no lugar e também falam mal das meninas que não gostam.”

Cocão também respondeu à esse dilema:

“Bom…depende da situação… Na maioria das vezes, fofocam sobre garotos, vida, garotos, maquiagem, roupa, garotos…”

A equipe, então, pergunta sobre o comportamento da namorada do entrevistado com as suas amigas dentro do banheiro.

“Bom, nessa situação as amigas da minha namorada, talvez, perguntem sobre mim pra ela e falam sobre homens. Uma delas chega e pergunta se eu faço tal coisa com a minha namorada e ela dá uma resposta. Chega outra garota e fala que não gosta disso porque homem pra ela tem q fazer isso, isso e isso.”

As seguintes respostas foram pegas na Comunidade “o q rola no banheiro feminino?” do Orkut:

“Eu acho que tem uma mesa de sinuca lá dentro ou de pingue-pongue, pois, pelo menos, em duas elas sempre entram!!!”

“(As Garotas) usam o banheiro como se fosse o quarto delas, se arrumam, ficam se olhando no espelho, e falando besteira.”

“Acho q elas ficam fazendo pacto com extras-terrestres ! Ou ficam falando os SEGREDOS dos homens para conquistá-los!”

“Seja o que for, deve ser alguma coisa que elas adoram, porque além de saírem dando risada toda hora, você vê as mesmas meninas saindo de lá umas 50 vezes..tanto na balada, no colégio ou em qualquer outro lugar.”

“Elas vão jogar pingue-pongue.  Sempre vão em duas!”

*Os comentários aqui exibidos foram adaptados para a exibição no blog.

- Agradecemos ao Dan pela ajuda.

E você, homem que está lendo, o que acha?

Post by Juh

espiando


Cotidiano de um banheiro Dezembro 12, 2008

Posted by toiletgirls in Uncategorized.
5 comments

Thássia:  Áaah! Como tá cheio!
Mari: E o que você esperava?
Ju: Eu sou a primeira! Já sabem, né?
Ju: Merda! Bem que eu suspeitei, to naqueles dias…
Thássia: Ée.. Na frente do namoradinho não fala essas coisas, né mocinha?
Ju: É diferente… Alguém tem um absorvente ai?
Mari: Olha o “Always” voando por cima da porta…
Thássia: Genteee…Vocês viram como aquela piranha se jogou no Márcio?
Mari: Impossível não notar, e olha que ontem ele já deu mó fora nela, que eu to sabendo.
Ju: Mas você não liga nem um pouquinho? Ta ficando com você. É sem abas?
Thássia: E você ta em condição de escolher? Hahaha…
Mari: Morro de raiva, mas eu finjo que não ligo. Até porque, eu gosto de outro mesmo.
Thássia: Iii..lá vai ela, começou! E ninguém me avisa que o lápis tava escorrendo, hein? Deixa eu retocar…
Ju: Por isso emagreceu, né? Ta morrendo de amor, ou ta querendo ficar gostosa?
Mari: hahhaha! Um pouco dos dois! Junta pra foto..
Thássia: Apaga e tira outra! Meu cabelo saiu horrível!
Ju: Mais uma, mais uma…
Mari: iih! Saiu linda! Vai pro Orkut!

by Mari

10-12-08_2302


Novo Blog! Dezembro 11, 2008

Posted by toiletgirls in Uncategorized.
2 comments

O que as garotas fazem no banheiro?? Eis a pergunta que não quer se calar….
Mas agora não se preocupe mais porque todas as suas dúvidas serão respondidas.
Fofocas, Brigas, Maquiagem, e outras coisas muitooooooo bizarras vocês verão aqui.

Vem e confira o outro lado do mundo feminino! ^^

__oh_m1-copy2


Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.